Depressão

Depressão não é o mesmo que estar triste. Depressão é uma doença que afeta como você vê e interage com o mundo ao longo de semanas ou meses. A tristeza na depressão pode se tornar mais constante e vir acompanhada de desânimo, choro fácil, alterações no sono e no apetite, sentimentos de culpa e baixa autoestima.

A depressão muda a maneira como você vê o mundo. Uma pessoa deprimida dará maior importância aos problemas e às notícias ruins e não terá fé nas coisas boas e nas possibilidades de melhora. O mundo perde as cores e tudo se torna negativo.

Existem tratamentos seguros que podem ajudar você a superar a depressão.

Remédios

Temos hoje dezenas de bons remédios para depressão, todos com ação comprovada. Podem ser usados isolados, combinados entre si ou com outras medicações. As chances da sua depressão melhorar apenas com o primeiro antidepressivo prescrito, quando ajustada a dose, é de 67%. Em terapias combinadas a chance chega a quase 100%. A escolha de dose e associação de medicação está mais ligada ao seu metabolismo e outros fatores. A gravidade do caso NÃO determina a dose.

A maioria dos antidepressivos tem efeito LENTO. Levam de 2 a 6 semanas para atingir o efeito desejado. Por isso sempre reavaliamos a eficácia após pelo menos um mês de uso.

Todos apresentam efeitos colaterais mais intensos nos primeiros dias de tratamento e quase sempre estes efeitos desaparecem após a primeira semana. Podemos observar dormências, ansiedade, enjoo, dor de cabeça e até mesmo diarreia, porém todos tendem a cessar espontaneamente.

Remédios não curam depressão. Apenas dão a você o apoio necessário para se erguer, voltar e ter suas funções e clareza de pensamento. Compete a você aproveitar este apoio para se reestruturar e conduzir sua vida por um caminho melhor.

Terapia

Psicoterapia é algo que você faz com um psicólogo. Existem dezenas de linhagens e técnicas. Não existe melhor ou mais correta, é mais uma questão de escolha pessoal. Se você foi ao psicólogo e não deu certo, tente de novo! Talvez outra linha de pensamento traga resultados maravilhosos para você. O psicólogo é quem vai ajudar você a resolver os problemas internos que trouxeram você ao quadro de depressão.

Atividade física

Está comprovado que atividade física aeróbica regular, ou seja, uma hora quatro vezes por semana, trata depressão com grande eficácia. É mais fácil se motivar com um esporte que por atividade física isolada, vale a pena tentar. Futebol, vôlei, muay thai, boxe, corrida ou natação são ótimas escolhas.

Alimentação

Uma dieta saudável, sem doces e alimentos de alto índice glicêmico, ajuda muito no combate à depressão. Uvas, cacau ou chocolate amargo e peixes com alto teor de ômega 3 são fortemente recomendados. Aconselho sempre consultar um nutricionista.

Vida social

O ser humano vive em grupos. É assim desde sempre. Se isolar AGRAVA a depressão. Encontre pessoas. Amigos que você não vê há algum tempo, familiares, colegas de trabalho, membros da mesma igreja, pais dos amiguinhos dos seus filhos. Todos são uma opção de gente diferente para encontrar e conversar. Uma reunião com amigos semanal faz muito bem à sua saúde mental.

Função social

Sentir-se útil dá disposição e muita motivação para seguir em frente. Tente não interromper seu trabalho e suas atividades diárias. Saia de casa, participe de uma obra social, seja voluntário. Você vai se ajudar enquanto ajuda os outros.